Outro dia tive a feliz oportunidade de fazer um trabalho para agência Radiola que além das obras e várias vistas internas e externas, precisava de fotos aéreas do prédio Brisas do Lago, recém construído pela Odebrecht.

Foi uma nova experiência para mim e foi um tanto emocionante. Partimos em uma segunda às 10 da manhã em um monomotor, saindo da pista da APUB, que fica ao lado do DETRAN, próximo ao autódromo. Para fazer as fotos, foi retirado a porta do meu lado, o que confere um pouco mais de adrenalina, principalmente no início. Pouco depois da decolagem, fiquei mais tranquilo e já comecei a fotografar um pouco da visão de Brasília do alto, enquanto íamos ao destino do prédio.

Usei ISO 200 e modo de prioridade de abertura, começando com F/5.6 e mais para frente, F/8 e testei com F/2.8 também. Estava um dia ensolarado, então mesmo com F/8, me dava uma velocidade de 1/400s, mais que suficiente para congelar a imagem com detalhes, mesmo estando em velocidade em torno de 100 Km/h e um pouco de turbulência eventualmente. Claro que o ideal é não fotografar perpendicular ao movimento, fotografando em ângulo, para frente, o quanto fosse possível sem pegar pedaços do avião nem sair muito para fora da porta, pois mesmo com cinto de segurança, ventava bastante. A distância de 500 a 1000 pés também facilita em minimizar toda  velocidade e etc. Para ajudar também tentava manter a mão firme e fotografar em sequência contínua, fazendo vários disparos a cada vez. Terminei com umas 400 fotos para selecionar depois umas 100.

Depois fizemos duas voltas pelo prédio que foi suficiente para capturar a imagem que precisava e então voltamos. Tudo levou 30 minutos, o que me deixou contente, pois não tive de pagar a hora inteira de voo.

Quem puder, é uma experiência que recomendo. Mas antes avalie direito com o piloto o lugar que precisa ir, pois alguns lugares tem o voo proibido por serem áreas do governo federal. Inclusive o nosso passou beirando o limite do Palácio da Alvorada.

Confira as fotos que fiz pelo caminho:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Anúncios