Já faz umas 90 semanas que uso o instagram no iPhone, segundo o próprio aplicativo. Hoje o aplicativo, aberto também para android, já conta com mais de 50 milhões de usuários pelo mundo e conseguiu levar 1 bilhão de dólares do facebook. São muitos números.

Mas comecei a usar o instagram para ver fotos interessantes, que realmente tivessem algum conteúdo. Claro que com mais de 50 milhões de usuários a gama de fotos é bem variada mas sendo boa parte medíocre, pois o aplicativo já se tornou algo além do que sonhava. De qualquer forma, meus objetivos iniciais ainda são cumpridos, que é ver fotos interessantes e praticar o meu olhar.

Na correria do dia a dia não dá para carregar uma câmera o tempo todo, mas o celular está sempre comigo, então basta ver algo interessante para eu clicar e compartilhar com os amigos. A minha visão de compartilhar é: “poxa isso é legal. talvez outras pessoas gostem de ver também”. E às vezes publico coisas medíocres do meu cotidiano também sem pudor. Não quero também elevar demais o nível da coisa toda. O principal é poder se divertir e fazer parte dessa rede social de amantes da fotografia.

Além disso tudo, uma das coisas pela qual o instagram ficou mais conhecido, foi pelos filtros. Na verdade há inúmeros programas que aplicam filtros semelhantes, mas a popularidade do instagram lhe rendeu a fama de que qualquer filtro que se coloque, teria passado pelo instagram. Esses filtros imitam processos de revelação fotográfica ou algo do tipo. É interessante, às vezes. Mas isso não é para mim o ponto principal do aplicativo, mas sim a troca de imagens.

E a rede social saiu da internet para a vida ao vivo. Há inúmeros grupos de instagramers que se encontram regularmente para saírem fotografando ou só sentar em algum lugar para conversar. Em Brasília há o @igersbsb no instagram e também estão no facebook. Inclusive dia 29 de julho acontecerá um encontro mundial de instagramers (cada qual em sua cidade). Em Brasília será no Museu da República a partir das 15h. Se você gosta ao menos um pouco de fotografar usando iPhone ou Android, baixe o instagram e comece a usar. E venham todos participar do instameet mundial que vai ser bem legal e haverá até desafios com premiação.

Uma das últimas no mundo do Instagram é a possibilidade de imprimir as fotos do instagram como obras de arte e vender. Realmente algumas fotografias que vejo são impressionantes. Eu disponibilizo para venda no exterior algumas das minhas fotos neste site http://instacanv.as/kuantou. Mas se você é do Brasil e tem interesse em comprar alguma das minhas fotos pode me contatar diretamente também.

Anúncios